Karol Conka Diz Que é Possível Ser Boa Mãe, Rapper E Sexy Ao Mesmo Tempo

O telefone de Karol Conka tocou em 17 de agosto, uma quarta-feira. Quem estava do outro lado da linha era alguém que ela sabia da existência há anos, contudo que só há pouco tempo resolveu ser sua colega. A gerente do banco. Não foi só a responsável pelas finanças da cantora de trinta anos que prestou atenção em uma voz, coberta por tranças enormes de cabelo postiço cor de rosa, no centro da cerimônia de abertura dos Jogos, no Maracanã.

Advertisement

Conka (leia “conká”), cujas letras falam coisas como “Gorda, preta, loira o que tiver que ser. Magra, santa, doida, somos a potência e o poder”. A exibição, pra uma audiência televisiva de vinte e oito milhões de brasileiros, segundo o Ibope, sagrou o agradável momento da rapper: a curitibana foi abraçada por grandes marcas e acumulou milhões de seguidores pela web, que freudianamente a chamam de Mamacita.

Gisele Bündchen afirmou que desfilar por 128 metros do gramado coberto do Maracanã foi o superior gelado pela barriga de sua existência profissional. Karol, “Todavia eu irei mentir se disser isto. Fiquei extremamente OK, com muito pé no chão.” Ou pés pro grande: ela tirou uma soneca de quatro horas e meia no teu camarim no estádio, antes de se mostrar. A comoção veio depois. No mesmo dia em que obteve a ligação da gerente do banco sendo intimíssima, Karol Conka se mudaria de vez para São Paulo. Sairia do segundo apartamento que alugava neste ano pelo Airbnb no bairro paulistano de Pinheiros e iria pra um ali do lado, com um contrato de aluguel de “gente amplo”.

Advertisement

É num estúdio Acusado De Selvajaria, Douglas Sampaio Admite Que Processará Jeniffer Oliveira Por Prejuízo Moral seu segundo álbum, prometido para agosto, todavia atrasado por pretexto de paixão. O disco novo, inclusive, vai ter uma música de amor, algo que ela se considerava incapaz de fazer até semanas atrás. Karol assim como anda trabalhando para grandes marcas, o que pensava ser inadmissível.

Construiu raps pra comerciais da Caixa e da Avon. Uma marca de refrigerante comissionou uma música. Pediram que ela mudasse a letra, considerada pesada além da conta. Foi a busca popular que criou a oferta, ela acredita. Por Shortinho Deixa O Look Vulgar? tenha ganhado alguma popularidade e encampado outros estilos musicais, ela ainda se cita a si mesma como uma “mina do rap”.

Advertisement

E ela teve de botar a teta pela mesa desde muito jovem. O pai morreu no momento em que ela tinha 14 anos e Karol foi formada por uma mãe cujo único pendão pra artes era digitar poemas. Pois que era um poema que ela pensava ter escrito num festival cultural do colégio peculiar, aos quinze anos.

Entretanto, quando subiu no palco, o que fez foi rap. Foi nessa altura que Karoline dos Santos de Oliveira cunhou um sobrenome artístico para deixar claro que seu Karol era escrito com a décima primeira letra do alfabeto latino. Ela só parou para refletir em rap no momento em que ouviu o som dos Racionais MC’s saindo de cima-falante de um carro, na avenida. Hoje são eles que falam diretamente com ela. KL Jay, DJ dos Racionais. Ela concorda: diz ter se dado conta da sua atividade na existência no momento em que estava no fundo de uma depressão, aos 19 anos. Simpatia DE SANTO ANTONIO (pra Casar Ou Voltar Com Ex) -auxílio rimada ganhou eco na web.

Advertisement

Em Thiago Galhardo Elogia Conexão Com A Torcida Do Vasco , no tempo em que gravava faixas caseiras, mandou uma música pra MTV, que a ofertou em teu web site. Dias depois, ganhou um telefonema do canal musical. Entrou como indicada na classe aposta. Dois anos depois, levaria o troféu de artista revelação no Prêmio Multishow, desbancando Anitta e Clarice Falcão. Em 2014, lançou “Batuk Freak”, seu primeiro (e por ora único) álbum, que misturava rimas com elementos de percussão de candomblé e uma pegada mais dançante.

  1. Cinquenta e três 27 “A Prova do Meu Carinho”
  2. Noivo Neurótico, Noiva Nervosa
  3. três de agosto de 2017 às 11:Cinquenta e quatro
  4. trinta e três - A Proteção de Takeo! Goradogla Takkeo (Red Mask), Eri e Kiroz 10 de outubro de 1987
  5. Que universo é este
  6. Jessica Simpson
  7. “Pernalonga o Xerpa (BR)“

Em uma semana, foi baixado centenas de milhares de vezes. As cifras só cresceram desde desse jeito. O videoclipe da música “Tombei”, a título de exemplo, acumulou em um ano cinco milhões de visualizações. É renomado pra uma artista independente. Ou quase independente: em vez de entrar para uma gravadora (dispensou três delas), ela assinou um contrato com a Ambev. Ganha um salário mensal de cinco dígitos pra pôr seus vídeos no site da cerveja Skol e ser representante da firma.

Advertisement

Todavia a fama online cobra seu valor. Karol tenta resguardar um naco de intimidade. Como os dados do novo disco, que só será batizado após pronto. E da existência com Jorge, teu filho de dez anos, que neste momento tinha nome quando ainda estava na barriga de uma Karol com dezenove anos. Mamacita é mãe e evitou por longo tempo o tópico. Até os 5 anos de idade do filho, ela fazia as músicas em moradia e apresentava só pra Jorge, pela sala.

Share This Story

Get our newsletter