Web rádio (bem como conhecida como Rádio avenida Internet ou Rádio Online) é uma rádio digital que exerce tua transmissão via Internet usando a tecnologia (streaming) serviço de transmissão de áudio/som em tempo real. Por intervenção de um servidor, é possível emitir uma programação ao vivo ou gravada. Muitas estações usuais de rádio transmitem a mesma programação da FM ou AM (transmissão analógica por ondas de rádio, porém com alcance restrito de sinal) também na Internet, conseguindo em vista disso a alternativa de alcance global na audiência.

Outras estações transmitem somente via Internet (web rádios). Brasil ainda não emplacou inteiramente nesse formato de rádio, no entanto é pergunta de tempo devido ao progresso de usuários da internet atualmente. O gasto para fabricação de uma internet rádio é bem inferior ao custo de constituição de uma rádio usual, sendo que pra transmissão de músicas ou cada obra de terceiros há a indispensabilidade de pagamento dos direitos autorais.

Advertisement
  • 2 - VLC Player
  • Uma página ou local virtual
  • Doug agosto 20, 2017 at 2:38 pm
  • CybercopsUltraman Tiga

Atualmente, o órgão responsável no Brasil é o ECAD. Muitas emissoras comerciais fazem uso essa tecnologia para emitir tua programação pela Internet. Atualmente a legalização da atividade se faz necessária a partir do CNAE 6010-1/00 Sub Classe: Atividades de Rádio, atividades de difusão de programas de rádio rua web (emissoras de rádio pela web). Microsoft Windows Connect Player • Iriver plus 3 • Media Center • PowerDVD • SonicStage • Core Media Player • Windows Media Center • Windows Media Player • Yahoo! Este postagem sobre o assunto Internet é um esboço. Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da Creative Commons; poderá estar sujeito a condições adicionais. Para mais fatos, consulte as condições de utilização.

Advertisement

Uma das mais conhecidas é a reSTART, em Seattle. Sua tarefa é oferecer “o exercício sustentável de mídias para as pessoas e o planeta”. Colega, Vc Ja Consultou O DNAS Status Desse Canal? indispensabilidade de assistência. O primeiro é o exercício frequente da tecnologia, sobretudo se conjugado com quadros de depressão, preocupação ou raiva. Outros elementos são complexidade de dormir, fadiga frequente, rompimento de relacionamentos sociais e afetivos, perda ou ganho considerável de peso -tudo devido à utilização exagerada de telas e outros dispositivos. Não duvido que muitos leitores tenham manifestado um ou mais desses sintomas.

Nenhum autor narra melhor a guerra em curso do que o americano Tim Wu, professor da Universidade Columbia. Wu fala da urgência do “homo distractus”, incapaz de suportar a atenção numa coisa só e vítima da compulsão por espiar o smartphone a toda a hora. Ele pergunta: “Quem imediatamente não se sentou para ler um e-mail e acabou capturado por distrações, pra muito depois se perguntar, incrédulo, onde foram parar todas aquelas horas inúteis?”. A grandeza do que está em jogo é lembrada por uma citação de William James: “Quando chegarmos ao encerramento dos nossos dias, nossa experiência de vida consistirá naquilo em que prestamos atenção”.

Advertisement

Seu colega Está Viajando? conclui que o jeito vital a ser conservado e protegido nos próximos muitos anos será nosso espaço mental. Na sua visão, vivemos um paradoxo. A grande força de desenvolvimento da comunidade atual é a inovação tecnológica, um fruto direto da atenção e da concentração. A poluição dos espaços mentais cedo ou tarde cobrará teu preço, que pode ser traduzido em diversas maneiras de estagnação.

Por essa desculpa, o jornal do Partido Comunista chinês chamou de veneno o jogo considerado viciante. Por mais brilhante que possa ser teu livro, Wu sugere soluções tão simplistas quanto as de Tristan Harris. Ele defende a formação de blocos de tempo de desconexão, como os fins de semana, ou de um dia sabático periódico sem tecnologia. Propõe ainda que se proíba a tecnologia em bibliotecas e outros locais nos quais a concentração é significativo (sonhe no veto ao cigarro como exemplo). Nenhuma destas propostas é bastante, não obstante. A análise da atenção só conseguirá ser transformada no momento em que a questão for tratada do ponto de visão coletivo.

Advertisement

A atenção humana é hoje a matéria-prima mais barata de toda a cadeia desenvolvida pra explorá-la. A Dois Meses Do Enem, Estudantes Devem Priorizar Treino E Obediência com que se torne mais cara, revertendo seu processo de comodificação, é um caminho a ser explorado. Isso ocorrerá se cada pessoa puder requerer mais em troca de sua atenção, seja a melhoria da propriedade dos conteúdos ofertados, seja a construção de serviços mais úteis, seja a remuneração pura e fácil por prestar atenção em qualquer coisa. Em outras expressões, o primeiro passo é reconhecer que a atenção tem valor econômico quantificável, o qual não deve ser desperdiçado. O problema é que a conversão nesse bem em dinheiro acontece hoje de forma insuficiente transparente.

Share This Story

Get our newsletter